EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR?

 É comum os brasileiros votarem em candidatos sem considerar o partido. Esquecem que os candidatos são comprometidos com a ideologia dos seus partidos. Lembre-se que a Instituição Partidária deve ser mais forte do que o indivíduo. Mormente, o indivíduo passa, as instituiçoes ficam. Além disso, é bem mais fácil saber o que pensa e o que defende um partido, do que o candidato, que muitas vezes muda de acordo com interesses pessoais.

Há candidato que, do ponto de vista da ideologia política, se enquadra na direita, mas por fisiologismo oportunismo candidata-se em partido de esquerda, que depois de eleito, tem tudo para ficar no centro – ou seja – em cima do muro. E como fica os seus eleitores – mero expectadores.

O país para crescer democraticamente, se tornar uma democracia consistente, deve ter instituições que sejamdemocráticas, o que não vem acontecendo, em muitos casos. O que vemos são intituições com perfis ditatoriais, autoritárias, com presidentes vitalícios, assembleias forjadas, porque “seus donos”querem perpetuar-se no poder, através do nepotismo que acontece em vários segmentos.

Uma das formas de fazermos a democracia brasileira se tornar “democrata” é escolhermos o partido que melhor represente os nossos ideais políticos, e cobrarmos deles quanto à escolha dos candidatos, que se tornarão, de fato, nossos representantes.

Por que a reformaa política, tão almejada pelo brasileiros, não acontece? Porque na situação em que se encontra é muito mais cômoda para o exercício da politicagem, em detrimento da verdadeira política, da qual  dependemos. Porque, nas pesquisas sobre vários assuntos de caráter social a maioria pensa diferente, mas não tem aprovação nas cámaras – nas instâncias: municipal, estadual e federal? Porque, o que o povo pensa, não é o mesmo que a maioria dos politicos pensa. Por que isso? Por que a nossa forma de votar é irracional. Exemplo: Votamos no vereador de uma partido, no prefeito de outro. Votamos no deputado de um partido, no governador de outro e para presidente, em um terceiro partido.

Não é isso que faz a política brasileira, ao invés de produzir uma democracia de verdade, criar novos partidos, que já são dezenas, que confunde o eleitorado?

Quando resolvermos optar por um partido, nos identificarmos com ele, cobrarmos transparência e  ação objetiva, deixará de fazer –“estranhas alianças” com caráter fisológico, demagógico e suspeito, do tipo que gerou o famigerado mensalão, o qual estamos assistindo o seu julgamento. Pensando nisso, esperamos que os seus protagonistas sejam exemplamente julgados e condenados, apesar de muitos, poderem ser taxados de herois nos bastidores de alguns partidos políticos. Quando falamos em mensalão, devemos ligá-los à pagamento por serviço prestado; ligamos também à “patrões” que pagam salários. Neste caso, estamos vendo o julgamento dos patrões, mas deveríamos  assistir também o julgamento dos “empregados”- aqueles que receberam “salários”para prestarem “serviço”. Mas, se os donos do “menalão”pagarem pelo mal que fizeram à nação, já nos damos por satisfeitos.

Apesar do Braisl mostrar crescimento no setor econômico, temos que considerar isso como resultado também da situação econômica mundial, que proporcionou àchegada do emergenstes, dos quais, o que menos cresce é o Brasil.

O nosso débito social é grande.

Para o Brasil crescer na perspectica de sua demanda, muita coisa precisa ser feita, principalmente em em três setores: Saúde, educação, segurança e construção de uma infraestrutura adequada.

Creio que organizar, racionalizar, defenir de forma pessoal nossa tarefa de cidadania, principalmente no exercício consciente, como eleitores é um bom começo para levar o Brasil a ser mais justo na sua distribuição de renda, mais coerente na sua relação com o povo e a democracia que sustenta; até crescermos, de tal maneira que, todo os resquícios ditatorial, paternalista, demagógico sejam destruídos e possamos ser livres para, não somente opinar, mas ver que ela realmente esteja sendo respeitada, acatada e colocada em prática.

Desejo que na próxima eleição façamos uma boa escolha, partindo do princípio de que, uma deocracia só se realiza, quando o “demo/povo” tem partipação ativa na “cracia/governo”.

Faça do seu direito democrático uma oportunidade de construir um pais melhor para todos, isso se consegue com partipação, consciência e amor. Como escreveu o grande democrata Francklin Rosevelt: “A democracia, como o amor, consegue sobreviver a qualquer ataque, exceto da negligência e da indiferença.”

Faça uma boa escolha partidária, e depois escolha o seu candidato preferido. Nós podemos ser uma democracia exemplar.

Pense!

F. Meirinho

www.prmeirinho.zip.net

https://fmeirinho.wordpress.com

http://ccaltenativa.wordpress.com

facebook:F. Meirinho

Facebook: Comunidade Cristã Alternativa

Twitter:@FMeirinho

Anúncios

Um pensamento sobre “EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR?

  1. Caro Meirinho,
    seu texto é muito coerente.
    No entanto, infelizmente, nossa política encontra-se num estado tão deplorável, tão medíocre, tão desacreditado, que fica muito difícil o processo da escolha.
    Agora veja bem, se já é difícil encontrar uma pessoa boa, idônea, íntegra que nos represente bem, quanto mais uma pessoa boa num partido com ideologia e firmeza nas suas convicções.
    O que fazer????? fica a pergunta…
    Escolher o menos ruim? votar num candidato do partido cuja ideologia acreditamos mas cujo caráter individual é questionável? Votar branco ou nulo?
    Não sei não, mano, mas tenho a impressão que estamos muito longe de uma reforma política e de reconquistar a seriedade dos políticos.
    Não suficiente ocorresse isso apenas no meio político, vemos adentrar nas instituições religiosas (igrejas) politicagens piores do que as habituais nas câmaras e senado.
    Como diria o Legião Urbana: “Na favela, no senado, sujeira pra todo lado… Que país é esse? Que país é esse?”
    Incluiria outro local na letra dessa música. Deixo de fazê-lo agora para não me rotularem apóstata…
    E a vida continua… na esperança de dias melhores… se não aqui, mas no céu com Jesus…
    abs
    Ledinei Espindula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s