CRIANÇA – ANSIEDADE DE SEPARAÇÃ0

A sociedade exige que os pais trabalhem fora. A mãe, após dar a luz, permanece um tempo com o bebê, dando toda a atenção possível, mas, na medida em que o tempo passa, começa ficar ansiosa, porque chega ce

leremente o tempo de deixar o bebê aos cuidados de terceiros, na maior parte do dia, porque deve voltar a rotina do trabalho.
Sabe-se da importância da presença dos pais nos primeiros anos de vida da criança. Sabe-se também, que a constituição psicossomática da criança tem um expectativa natural de acompanhamento, proteção, cuidado materno. Mas… a frustração acontece – o bebê vai sofrer a ansiedade de separação.
O que fazer para evitar, ou pelo menos amenizar a ansiedade?

– Procure fazer a transição de forma lenta com a nova pessoa, que parcialmente fará papel de mãe, e se for em local diferente, deve ser feito também em relação ao novo ambiente.
– Resumindo: Mamãe o máximo de dias possíveis, na sua companhia, com carinho e sem culpa, comece de forma suave apresentar ao seu bebê a sua substituta temporária – a babá, e também o novo ambiente, no qual passará o tempo em que você estiver ausente. Se for possível, que seja feito junto com o papai. Isso contribuirá para a saúde, não somente enquanto bebê, mas por toda a sua vida… Pense!
(F. Meirinho)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s