O JEITO DE SER E O PENSAMENTO DO SUJEITO

imageGosto de separar o sujeito e o seu pensamento. Tenho amigos formidáveis, que sabem que penso diferente deles em algumas questões, mesmo assim, mantemos nossa relação de amizade respeitosa. Tem outros mais medíocres que preferem o afastamento, só porque não gostam da mesma iguaria intelectual. Mas, no fundo, os mantenho em apreço, respeitando a forma de pensar e comportamento. Optei por me admirar, tanto pelo todo, quanto pela parte. Tem pessoas que eu não gosto do seu jeito de ser, nem da sua maneira de pensar em alguma coisa, mas procuro descobrir pontos de simbiose. Isso não representa que os pontos que discordo sejam legítimos, ou perfeitos, porque na vida já discordei de alguma coisa, que hoje concordo, e vice-versa.
O pensamento é dinâmico e as transformações são necessárias à sobrevivência humana e seu equilíbrio social, essencial. Mas, sempre é interessante que tudo tenha como referência elementos éticos e morais intrínseco e pertinentes à vida no seu contexto mais pleno possível.
O Brasil dos últimos tempos vem passando por processo político e ideológico, a meu ver, nocivo em sua base, que tenciona uma maneira de pensar que visa, consciente, ou não, desestabilizar o conceito milenar de família, de educação, e também na forma coerente de fazer política. Haja visto que as drogas campeiam, a prostituição aumenta, as cadeias estão superlotas, os crimes cada vez mais ousados e a corrupção virou um pademônio.
Sabe-se que em uma sociedade evoluída e democrática as liberdades são preservadas, a justiça praticada e as manipulações rejeitadas. Mas, nós temos dificuldade de lidar com esses conceitos, e por isso, nos tornamos patetas quanto ao julgar o que procuram impor à sociedade, e o fazemos, muitas vezes por preconceito, seja ele fundamentado nos conceitos sociais, políticos, religioso, estético, etc.
O pastor Silas Malafaia, tem um jeito peculiar de colocar suas idéias, priincipalmente quanto a assuntos comportamentais, político-sociais, que embora, a maioria expressiva concorda com a sua maneira de pensar, entretanto não lhe dão apoio necessário por preconceito religioso e por sua maneira de ser. Na verdade, penso eu, ele não precisaria se desgastar tanto assim, encarando essa tarefa difícil na defesa da família tradicional, e outras questões que afetam as liberdades religiosas, etc. Mas, penso, muitos que poderiam se pronunciar melhor sobre isso, estão se vendendo.
Quando percebo que alguém tem uma proposta para a nação, a princípio, não considero sua religião, tampouco seu jeito de ser, mas o que de bom tem para oferecer. Há muitas ideias famigeradas por gente irresponsável e inescrupulosa, mas que visa apenas desorientar a sociedade, para que ela seja uma consumidora voraz, como cães famintos, que possam ingerir tudo, sem a mínima capacidade de refletir.
O Futuro brioso da próxima geração depende das ideias coerentes e eficazes que plantamos agora. Pense! Francisco Meirinho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s