CRUZ – ou foice e martelo?

imageNisso concordo com o Papa Francisco:”Digamos juntos de coração: nenhuma família sem casa, nenhum camponês sem terra, nenhum trabalhador sem direitos, nenhum povo sem soberania, nenhuma pessoa sem dignidade, nenhuma criança sem infância, nenhum jovem sem possibilidades, nenhum idoso sem velhice digna. Sigam a sua luta e, por favor, cuidem muito da Mãe Terra.”
MAS DISCORDO que venha com o símbolo mostrado e oferecido de presente por Evo Morales ao Papa, que consistia de crucifixo formado de um martelo e uma foice, Isso é blasfêmia, presente que o papa deveria recusar.
O socialismo da América latina defendido por – Dilma, lula, Maduro da Venezuela, Evo Morales, da Bolívia, Cristina Kirstchen da Argentina e outros, é um comunismo manipulador, ultrapassado, que nada tem a ver com um socialismo solidário que eleva a justiça dos povos e distribui as riquezas – na forma de melhores salários, através do trabalho, saúde, educação, segurança, liberdade, etc.
Para isso o povo deve quebrar a foice do comunismo com o seu próprio martelo, ou então usar o machado de João Batista pra cortar esse grande mal pela raíz: “O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore que não der bom fruto será cortada e lançada no fogo”.
Cadê os frutos do comunismo? – soviético – a Rússia de hoje? Cadê o fruto do comunismo de Cuba, Venezuela? Cadê o comunismo socialista do Brasil? Olhem as notícias diárias no Brasil!
O comunismo formou milhares de ateístas e parasitas. Me mostrem os hospitais, asilos, universidades no mundo patrocinados pelos comunistas e ateus?
Você prefere a foice e o martelo dos comunistas ou o machado de João Batista, com a espada de Cristo que é a Palavra de Deus?
Não tenho certeza se Francisco recebeu bem o “presente de grego” de Evo Morales, porque não conheço tudo que rola nos bastidores de todas as religiões e políticas. Mas, arrisco fazer uma leitura corporal – expressão visual do Papa, me dando a impressão de que tenha pensado: “Esse cabra é abusado!…”. se rejeito o Cristo morto decapitado pela foice do comunismo, vão usar o martelo pra me bater. Se aceito vão dizer que abandonei a Cruz em troca do martelo. Estou enrascado!”. Mas, o que pensa e quem é realmente o Papa Francisco?.. (F. Meirinho)

A FÉ COMO INSTRUMENTO PARA AS COISAS DIFÍCEIS

Os apóstolos disseram ao Senhor: Aumenta a nossa fé (Lucas 17.5)

imageA fé não foi designada só para a salvação, realização de milagres ou busca de bênçãos pessoais. Ela deve ser usada para pôr em prática em tudo aquilo possa ser difícil quanto à perspectiva cristã.
A FÉ COMO INSTRUMENTO PARA AS COISAS DIFÍCEIS
Os apóstolos disseram ao Senhor: Aumenta a nossa fé (Lucas 17.5)
1. O que fez os apóstolos pedirem o aumento da fé?
a) Não foi para receberem um milagre de cura física;
b) Não foi para que fosse realizado um grande sinal, uma maravilha extraordinária.
2. Foi para que?
a) Jesus estava se referindo a gente que atrapalha a fé dos outros, no sentido de produzir escândalos;
b) Jesus estava falando sobre a necessidade de tentar corrigir pessoas que pecam contra o outro.
3. Ele declarou:
a) Quando alguém errar contra você, repreende-o. É mais cômodo deixar pra lá; gelar o ofensor, mas repreender, corrigir para que a pessoa se ajeite é mais difícil.
b) Se a pessoa se arrepender, perdoe. Tem gente que fica mais ofendida ainda, mas tem outros, que reconhecem se arrependem.
c) Quando a pessoa se arrepende – perdoa-lhe. Não dar lição de moral, e sim, perdoar.
4. Diante disso é que disseram: aumenta nossa fé.
a) Os apóstolo foram sinceros e concluíram que – corrigir, lidar com o arrependimento dos outros, perdoar, não é tão fácil assim. Não basta o conhecimento, é preciso fé para agir. A maioria dos cristãos conhece os princípios do evangelho, mas entre conhecer e praticar há uma grande diferença.
b) Mas é necessário;
c) A questão era de ordem emocional, sentimental e prática de mandamentos.
d) Perdoar, amar, fazer, etc. É muito mais que sentimento, é mandamento. E o que se deve fazer com um mandamento?
e) Jesus reconhece que eles tinham fé suficiente, para poderem agir de forma correta quanto ao perdão, quando disse que: Se tiverem fé como um grão de mostarda poderiam fazer uma árvore se lançar no mar. Será que eles tinha essa fé? Menor do que um grão de mostarda ainda era alguma coisa, na qual se poderia aumentar?
Será que a amoreira de que estava falando, representava seus conceitos complicados, e que a mesma estaria plantada em seus corações, mas ela, pela fé, poderia ser arrancada?
5) Ser cristão é ser da fé e poder usá-la para tudo: para obedecer o Evangelho, para ser um humano melhor, e também para alcançar outras bênçãos, a exemplo de:
a) Centurião – Seja feito conforme a sua fé (Mt 8.3). Se alguma coisa não está condizendo como a nossa expectativa, o problema não está em Deus, mas na fé que temos nele, e naquilo o qual diz ser possível.
b) Um pai desesperado que tinha um filho possuído por um espírito mau. (Mc 9. 13). Nesta passagem, o pai reclama dizendo que os discípulos de Cristo não conseguiram libertar o menino da opressão demoníaca. Neste caso, Jesus não apontou a falta de fé como obstáculo, e sim, a falta de oração e jejum.
. A fé nos leva a pôr em prática os princípios de Deus, da forma correta, mesmo se tratando de oração.
. A fé nos proporciona coragem para enfrentar o presente com confiança, e o futuro com esperança. (E. C. McKenzie)
. Como cristãos, a fé deve estar incorporada em nós, para ser usada em tudo, e não como amuleto para o qual se apela só em situação complicada.
Que nossa fé seja acrescentada, para que a vida como um todo possa ser maximizada e o perdão esteja presente em todos passos de nossa exiência. Neste sentido, é preciso aprender com as crianças, que apesar dos conflitos, sempre estão prontas para perdoar.
Ser cristão e medíocre ao mesmo tempo, não corresponde à mente de Cristo, tampouco à expectativa de Deus a respeito de seus filhos.
Francisco Meirinho

O JEITO DE SER E O PENSAMENTO DO SUJEITO

imageGosto de separar o sujeito e o seu pensamento. Tenho amigos formidáveis, que sabem que penso diferente deles em algumas questões, mesmo assim, mantemos nossa relação de amizade respeitosa. Tem outros mais medíocres que preferem o afastamento, só porque não gostam da mesma iguaria intelectual. Mas, no fundo, os mantenho em apreço, respeitando a forma de pensar e comportamento. Optei por me admirar, tanto pelo todo, quanto pela parte. Tem pessoas que eu não gosto do seu jeito de ser, nem da sua maneira de pensar em alguma coisa, mas procuro descobrir pontos de simbiose. Isso não representa que os pontos que discordo sejam legítimos, ou perfeitos, porque na vida já discordei de alguma coisa, que hoje concordo, e vice-versa.
O pensamento é dinâmico e as transformações são necessárias à sobrevivência humana e seu equilíbrio social, essencial. Mas, sempre é interessante que tudo tenha como referência elementos éticos e morais intrínseco e pertinentes à vida no seu contexto mais pleno possível.
O Brasil dos últimos tempos vem passando por processo político e ideológico, a meu ver, nocivo em sua base, que tenciona uma maneira de pensar que visa, consciente, ou não, desestabilizar o conceito milenar de família, de educação, e também na forma coerente de fazer política. Haja visto que as drogas campeiam, a prostituição aumenta, as cadeias estão superlotas, os crimes cada vez mais ousados e a corrupção virou um pademônio.
Sabe-se que em uma sociedade evoluída e democrática as liberdades são preservadas, a justiça praticada e as manipulações rejeitadas. Mas, nós temos dificuldade de lidar com esses conceitos, e por isso, nos tornamos patetas quanto ao julgar o que procuram impor à sociedade, e o fazemos, muitas vezes por preconceito, seja ele fundamentado nos conceitos sociais, políticos, religioso, estético, etc.
O pastor Silas Malafaia, tem um jeito peculiar de colocar suas idéias, priincipalmente quanto a assuntos comportamentais, político-sociais, que embora, a maioria expressiva concorda com a sua maneira de pensar, entretanto não lhe dão apoio necessário por preconceito religioso e por sua maneira de ser. Na verdade, penso eu, ele não precisaria se desgastar tanto assim, encarando essa tarefa difícil na defesa da família tradicional, e outras questões que afetam as liberdades religiosas, etc. Mas, penso, muitos que poderiam se pronunciar melhor sobre isso, estão se vendendo.
Quando percebo que alguém tem uma proposta para a nação, a princípio, não considero sua religião, tampouco seu jeito de ser, mas o que de bom tem para oferecer. Há muitas ideias famigeradas por gente irresponsável e inescrupulosa, mas que visa apenas desorientar a sociedade, para que ela seja uma consumidora voraz, como cães famintos, que possam ingerir tudo, sem a mínima capacidade de refletir.
O Futuro brioso da próxima geração depende das ideias coerentes e eficazes que plantamos agora. Pense! Francisco Meirinho

TOME POSSE PELA FÉ

“Pela fé caíram os muros de Jericó, depois de serem rodeados durante sete dias. (Hebreus 11. 30)

ImabuquêSe temos meta e ela não é reducionista, não se detém só ao temporal, efémero. Então, além do conhecimento, da racionalidade, precisamos do exercício da fé. Para que a fé encontre um ambiente mais adequado, compatível em nossa mente podemos passar pelo símbolo, como expresso no texto acima: Sete dias, entre outros no contexto.

O símbolo se adequa perfeitamente à estrutura da mente humana original. No dizer de Carl Gustav Jung, nosso – arquétipo. Todo o sistema que implica na busca da espiritualidade envolve os símbolos, por isso, na Bíblia há ricas referências aos símbolos. A principal no Evangelho está implícito na Ceia do Senhor – o pão e vinho x corpo e sangue que apontam para vários significados: morte, sacrifício, amor, redenção, etc.
Tem um detalhe: muitas pessoas, ou religiões erram no seguinte: param no símbolo. É bom salientar que o símbolo não é um fim em si mesmo, mas um meio de aproximação em direção ao concreto, ao real significado do todo.

A etimologia da palavra símbolo no grego arcaico mostra melhor isso: Símbolo:
Sym=juntar, unir; e Balein=em direção a um objetivo, que também representava uma relação entre o que é tangível, conhecido, para descobrir o desconhecido. Ex. O que está no inconsciente humano, pode passar para o consciente, através dos símbolos. Aqui está um pouco do princípio da psicanálise: associação livre, interpretação dos sonhos, etc.

O ser humano nunca esteve totalmente preparado psiquicamente para estar de frente, nem com Deus e nem com as suas verdades, a exemplo das crianças no processo de aprendizagem que passam pelos símbolos e pelas fantasias, para chegar a mesma compreensão dos pais, ou da sociedade circundante.
Fé, Segundo Paulo, é ” o firme fundamento do que não se vê, mas também é a certeza do que se espera”. Também diz que: “Sem fé é impossível agradar a Deus”. O Frei Roland de Vaux, famoso arqueólogo, acostumava dizer: “Minha fé nada deve temer de minha cultura”.

Geórge Mulher foi um homem dedicado intensamente ao Evangelho completo – fé e amor pelas pessoas, em suas necessidades amplas. Assim, além de pregar, sustentava milhares de crianças em orfanatos. Certo dia escreveu: “O campo de ação da fé começa onde as possibilidades cessam e onde a vista e a percepção falham”.

A fé sempre é viva e se renova, cada vez que a achamos importante. Importante é quando “importamos em nós”, ou seja, quando permitimos que algo nos seja incorporado. Paulo se deixou invadir pela fé em Cristo, e pelos alvos humanos, propostos pelo divino. Seu maior ideal era jamais perder a fé, mesmo que o seu seu caminho fosse hostil e tudo viesse conspirasse contra ele.

No momento em que previa sua partida deste mundo, subiu antecipadamente ao pódio, com a “mente” no troféu, e bradou: “Combati o bom combate, terminei a carreira e guardei a fé”.

Se você se acha culto, inteligente, independente, por isso tenha abandonado a Fé, achando que isso pertence a gente fraca, está perdendo a oportunidade de ser forte é sábio, porque toda a sabedoria humana, não passa de um resquício trapo da menor sabedoria de Deus. Foi com sua sabedoria que Deus disponibilizou a fé para que os homens pudessem vencer em todo sentido da existência.

Em qualquer circustância que possa representar ponto final, quando a fé entra, ou é reticência, ou vírgula, jamais ponto final. A fé para ser completa, por menor que seja, deseja ser sua companheira até o fim da sua jornada telúrica, para que possa levá-lo a outra etapa da vida, que é mais do que jornada celestial, é estado eterno, de ventura e paz.

Francisco Meirinho

VOCÊ ESTÁ ANSIOSO!

Imansiedade_2A ansiedade não deve trazer preocupação exacerbada, e nem desespero. Afinal de contas, ela não deixa de trazer uma boa notícia: Estamos vivos e tudo está sob controle, então podemos viver melhor, recomeçar e dar um salto de fé rumo às conquistas e à esperança, que diz – tudo vai melhorar!

Mas, se o nível de ansiedade estiver aumentando, a ponto de causar excesso de preocupação, temores, aflição, angústia, medo exagerado, falta de controle sobre os pensamentos, quase que entrando na área do SPA – Síndrome do Pensamento Acelerado, descoberta pelo psiquiatra – Augusto Cury, então é porque a luz vermelha está piscando. Neste caso, buscar ajuda no endereço certo é de fundamental importância.

A fé no certo, na verdade, em Deus ajuda-nos na resposta ao coração ansioso. Mas, quando buscamos subterfúgios em caminho e em pessoas erradas, maximizamos o potencial ansioso e corremos o risco de nos conduzirmos para a área da vida estressante, com muita possibilidade de cairmos no poço da depressão, tão comum nos nossos dias, sintomatizados por variáveis fatores.

Há muitas causas das ansiedades. Para Kenneth Hasser, “a ansiedade significa que temos posto a nossa confiança em mãos erradas”. Entre muitas boas mãos em que possamos colocar a nossa ansiedade, nenhuma é mais hábil do que as mãos de Cristo, de acordo com a recomendação do apóstolo Pedro: Lançando toda a vossa ansiedade sobre ele, porque ele tem cuidado de vós”.

Ele nos ama!

E como escreveu o Teólogo John Stott: “Não é típico do amor deixar os homens a sós com os seus perigos”.

Oração – Repita três vezes, deixando o seu coração treinado:

Senhor! lanço agora sobre ti toda a minha ansiedade, em nome de Jesus, para a glória – do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Diga após mim – Amém!

Tenha uma semana de vitórias!

Francisco Meirinho

COMO VAI A ALMA!

imaadorarO corpo passa, a alma fica. A vida física tem ponto final, a alma, não. Não somos só corpo, nem tampouco, só alma, somos também espírito. Prefiro ver o homem, no todo, na forma holística, não na forma mona, dicotômica ou tricotômica, mas os – três em um, a exemplo de um violino, que apesar de ser uno, para produzir bom som, é preciso ter o corpo/caixa, cordas, arcos, que em harmonia produzem maravilhosos sons, característicos de um violino.
A soma do todo, pode ser representado pelo termo alma.
Você meu amigo é uma alma preciosa!
Gosto do poema de Huberto Rhoden, o grande filósofo catarinense, que sobre a alma, escreveu:
” TUA ALMA é uma luz…
Não a extingas!
TUA ALMA é uma harpa…
Não a destemperes!
TUA ALMA é um espelho…
Não o embacies!
TUA ALMA é uma flor…
Não a deixes murchar!
TUA ALMA é uma fonte…
Não lhe turves as águas!
TUA ALMA é um santuário…
Não o profanes!
TUA ALMA é um poema…
Não lhe roubes a poesia!
TUA ALMA é uma virgem…
Respeita-lhe a pureza!
TUA ALMA é livre…
Não a escravizes!
TUA ALMA é um sopro de Deus…
Defende-lhe a vida eterna!”
Guarde este tesouro – sua alma, que é você mesmo, seu grande – EU.
No Torá hebraico, onde encontramos muitas leis civis, morais e espirituais, há uma relevante recomendação – GUARDE BEM A TUA ALMA.
” Tão somente, guarde a ti mesmo, e guarde bem a tua alma, e não te esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e não se apartem do teu coração todos os dias da tua vida; e os farás saber a teus filhos, e aos filhos de teus filhos”.
Tenha um fim de semana abençoado, de proteção e graça”. (Dt 4. 9)
(Francisco Meirinho)